19/21 rue des Fossés Saint-Jacques
75005 PARIS (place de l’Estrapade)
À 20 m du Panthéon... Tél. : 01 43 36 34 37
Du lundi au samedi, 11-13h 14h-19h
(horaires souvent dilatés...)
Métros : Luxembourg, Cardinal Lemoine, Place Monge – Bus , 21, 27, 82, 84, 89
  •  
La Librairie, c'est aussi

Também os brancos sabem dançar. Um romance musical

Também os brancos sabem dançar. Um romance musical, par Kalaf Angelo Epalanga
Auteur : Kalaf Angelo Epalanga
Editeur : Caminho
Nombre de pages : 384
Date de parution : 2017
Langue : Portugais
Prix : 30,60 €
ISBN : 9789722128810
Disponibilité : En stock En stock

O músico e escritor Kalaf Epalanga, membro da banda Buraca Som Sistema, dirige-se de autocarro da cidade sueca de Gotemburgo para Oslo, a capital da Noruega, onde vai actuar nessa noite no festival OYA. Como não tem um passaporte válido para mostrar é detido por tentativa de imigração ilegal e conduzido à esquadra da polícia para interrogatório. Aflito perante a iminência de perder o concerto, interroga-se: como vou explicar a estes polícias noruegueses que, apesar do meu aspecto pouco comum por estas paragens não sou mais que um pacífico músico angolano em digressão? Conseguirei explicar-lhes quem são os Buraca Som Sistema? Falo-lhes da cena musical de Lisboa? De como nasceu o Kuduro num musseque de Luanda? Eles irão perceber?

Esta é a história deste extraordinário e surpreendente livro de Kalaf Epalanga. Trata-se na realidade de uma obra de auto-ficção, cultivada por tantos escritores europeus mas relativamente rara entre nós. E o mundo que nos mostra – de Luanda a Kristiansund, de Beirute ao Rio de Janeiro, sem esquecer a sua amada Lisboa – é uma autêntica revelação.

 

Benguelense, fui criado no seio de uma família de funcionários públicos, com ligações à vila da Catumbela, lugar que visito com regularidade. A música e palcos do mundo me permitem pelo menos traçar um mapa afectivo das pessoas que me habitam a memória e dos locais que me marcaram – da Fábrica de Açúcar do Cassequel ao Caminho de Ferro de Benguela, da Restinga do Lobito à Rua Jacob de Paiva, onde aprendi a equilibrar-me numa bicicleta. A aventura poética, esta teve início em finais dos anos 90, numa altura em que Lisboa ensaiava novas linguagens rítmicas, buscando novos caminhos para a música urbana feita em português. Neste percurso cruzei-me com os pioneiros do movimento Drum and Bass Cooltrain Crew, embarquei na viagem sónica dos Spaceboys, contei estórias do agente Bulllet e com 1 Uik Project e Type fiz dois "disco- falados" que me valeram o título de Poeta-Cantor. Multipliquei-me ainda nos álbuns de Spill, Loopless, Sara Tavares, Sam The Kid e em 2003 juntamente com o produtor João “Branko” Barbosa, convencidos de que era possível exportar Lisboa para mundo, fundámos a Enchufada, núcleo de produção musical, editora independente e incubadora de ideias como Buraka Som Sistema.

Conditions générales de vente, frais d'envoi et délais - Crédits
Librairie Portugaise - 19/21 rue des Fossés Saint-Jacques, Place de l’Estrapade, 75005 Paris
Tous les livres en portugais et en français sur le Portugal, le Brésil, l'Angola, le Cap Vert, la Guinée-Bissau,
le Mozambique, São Tomé & Principe et l'Histoire des Découvertes - librairie.portugaise@wanadoo.fr